Redes Sociais

Nosso Whatsapp

 (67) 3463-1661

Encontre o que deseja

NO AR

Rádio Criativa Juti - 87,9 MHZ

    Policia

Criança de 8 anos morre após cair de árvore e família denuncia hospital em MS

Familiares da criança contaram que Juan estava brincando quando caiu do pé de manga

Publicada em 04/01/22 as 13:30h por MIDIAMAX - 181 visualizações

Compartilhe
   
Link da Notícia:
 (Foto: Juan morreu neste domingo, em Dois Irmãos do Buriti. - Arquivo Pessoal)

Juan Jorge da Silva Carvalho de 8 anos, morreu com complicações depois de cair de um pé de manga. A queda aconteceu no dia 1º de Janeiro, mas a criança faleceu no dia seguinte. A família alega omissão de socorro do hospital Cristo Rei. O caso aconteceu na cidade de Dois Irmãos do Buriti.

Familiares da criança contaram que Juan estava brincando quando caiu do pé de manga. Com a queda, o menino não conseguia se levantar e sentia muitas dores.

“Ele até fez as necessidades na roupa. A gente levou correndo para o hospital e quando chegamos lá, ainda mandaram dar banho no menino antes do atendimento”, disse um parente da vítima.

A mãe de Juan, Elisangela Santos Carvalho de 36 anos, denuncia que o Hospital Municipal Cristo Rei não prestou o devido socorro ao filho.

“Não realizaram exames. Meu filho estava passando mal, ele tinha batido a cabeça. Deixaram em observação, mas sem medicamentos. Após ficar várias horas esperando e ele sem tomar remédio eu fui perguntar se ele já podia receber alta, mas uma enfermeira disse que eu poderia ir e que era pra eu voltar se acaso o Juan não ficasse bem”, lembrou a mãe.

Ainda segundo Elisangela, ela levou o filho para casa e ele ficou bem. No dia seguinte à queda, a mãe explica que chegou a conversar com o filho, mas que a criança foi a óbito minutos depois.

“Conversei um pouco com ele e fui fazer café, mas quando voltei meu filho estava desacordado. Saímos desesperados em busca de ajuda e o levamos para o hospital, mas ele acabou morrendo”, lamentou.

Para a mãe exames feitos com antecedência e um rápido atendimento teriam salvado a vida de seu filho. “O Juan chegou e me mandaram dar banho nele antes do médico atender. Não fizeram exames, não se importaram”, disse.

Familiares de Juan adiantam que devem registrar um boletim de ocorrência ainda nesta terça-feira (4).

“Eles registraram um BO, mas querem jogar os erros deles nas minhas costas”, explicou a mãe.

HOSPITAL REGISTROU BOLETIM DE OCORRÊNCIA CONTRA A MÃE

A equipe de reportagem do Midiamax entrou em contato com o Delegado Jackson Vale, que está investigando o caso. Ele explica que o hospital registrou um boletim de ocorrência em desfavor da mãe de Juan.

No documento, conforme o delegado, o médico alegou que chegou a dizer a mãe que o filho precisava ser transferido para Aquidauana ou Campo Grande. O Hospital diz que a mãe levou o filho sem o consentimento de um profissional

INVESTIGAÇÃO

Segundo o Delegado uma investigação deve ouvir todas as partes envolvidas já nos próximos dias. Ele alega que aguarda os resultados dos exames que informam as causas da morte da criança para prosseguir.

A equipe de reportagem tentou entrar em contato com o hospital Cristo Rei, mas até o fechamento desta reportagem as ligações não foram atendidas.






ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


Nosso Whatsapp

 (67) 3463-1661

Visitas: 219919 | Usuários Online: 33

Rádio Criativa Juti, 87,9 MHZ - Avenida Bonifácio Fernandes, 1500 - Centro - CEP 79.955-000 - Juti-MS - Todos os direitos reservados

Converse conosco pelo Whatsapp!