Redes Sociais

Nosso Whatsapp

 (67) 3463-1661

Encontre o que deseja

NO AR

Domingão Sertanejo

    Policia

Condenado por estupro de enteadas é preso se passando por pastor

Ao verificarem a informação, constataram que o homem já havia sido condenado pelo crime e que havia um mandado de prisão preventiva contra ele

Publicada em 27/04/22 as 13:14h por DOURADOSNEWS / DA REDAçãO - 28 visualizações

Compartilhe
   
Link da Notícia:
 (Foto: Homem quando foi preso em 2011 em Paraíso das Águas. - Crédito: (BNC Notícias))

Condenado a 28 anos de prisão por estuprar duas enteadas, um homem de 48 anos, foi preso no último sábado, dia 23 de abril, se passando por pastor em Juína no Mato Grosso. O crime aconteceu em Paraíso das Águas, cidade localizada na região Norte de Mato Grosso do Sul.

De acordo com o site BNC Notícias, o homem foi preso na casa onde morava, no Bairro Módulo-6. O delegado de Juína, Ronaldo Binoti Filho, contou que a equipe de investigadores recebeu informações de que o suposto pastor era acusado de ter estuprado duas enteadas em Mato Grosso do Sul.

Ao verificarem a informação, constataram que o homem já havia sido condenado pelo crime e que havia um mandado de prisão preventiva contra ele. Os policiais foram até o endereço e efetuaram a prisão do suposto pastor. Na delegacia, ele confirmou que era condenado pelo crime, mas negou ser culpado.

A polícia também investiga outra denúncia, pelo mesmo crime, contra o homem na cidade de Rondonópolis, no Mato Grosso.

Ele atuava como pastor adjunto em uma igreja evangélica da cidade e fazia curso para se tornar pastor titular. Ele foi levado para o Centro de Detenção Provisória, de Juína, onde ficará até que as autoridades de MS manifestem interesse de transferi-lo para o Estado.

O crime

O homem, que é natural da Bahia, foi preso no dia 10 de outubro de 2011, em uma fazenda perto do distrito de Bela Alvorada, em Paraíso das Águas. Na época, ele tinha 37 anos e foi acusado de estuprar duas enteadas, uma de 12 e outra de 14 anos.

A denúncia foi feita pela própria mãe das adolescentes, que durante a madrugada daquele dia, percebeu a ausência do marido na cama e quando foi procurar por ele, encontrou o homem no quarto das filhas acariciando uma delas e abaixando seu short.

Desesperada com a cena, ela começou a gritar com o suspeito e os dois começaram a se agredir. Um tio das meninas foi chamado. A família foi até a Polícia Militar, onde registraram a denúncia. Os policiais militares ambientais foram até a fazenda e prenderam homem que negou o crime.

No relato, a menina de 12 anos contou que era abusada pelo homem desde os 6 anos de idade e que as duas tinham medo de contar para a mãe sobre o que acontecia. O homem foi julgado e condenado a 28 anos de prisão naquele mesmo ano, mas estava foragido. 






ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


Nosso Whatsapp

 (67) 3463-1661

Visitas: 207601 | Usuários Online: 31

Rádio Criativa Juti, 87,9 MHZ - Avenida Bonifácio Fernandes, 1500 - Centro - CEP 79.955-000 - Juti-MS - Todos os direitos reservados